Matéria publicada em 05/11/2019 às 21:31:07

Visitas: 230

Curso fortalece o uso dos cães em prol da segurança pública em Rondônia

Entre 4 de novembro e 20 de dezembro, 21 alunos, em sua maioria policiais militares, participam do III Curso de Cinotecnia, que visa habilitar os profissionais a exercerem suas atividades com o apoio dos cães em favor da segurança pública em Rondônia. Além dos policiais militares, bombeiros e policiais rodoviários federais também participam do curso, que está sendo realizado pela Polícia Militar de Rondônia, no 4º Batalhão, sede do Canil Central da PM.


Durante o curso, os alunos terão acesso a diversos conhecimentos e experiências sobre a utilização de cães, seja no manejo, adestramento e emprego destes animais para fortalecer a atuação dos canis em suas unidades de origem. Com a formação no III Curso de Cinotecnia, os alunos tornam-se aptos a atuarem como adestradores, cinotécnicos e multiplicadores de conhecimento.


“Nós queremos que vocês levem às suas unidades tudo o que vocês adquirirem de conhecimento. Absorvam tudo o que for ensinado a vocês, todo o conhecimento técnico, para que possamos nos estruturar cada vez melhor. Para que em um curto espaço de tempo, a PM tenha uma companhia independente, de policiamento com cães, padronizada, treinando, e que nós possamos fornecer cães formados e treinados pela Polícia Militar do Estado de Rondônia para atuarem em prol da segurança pública”, destacou o coronel PM Rildo, subcomandante geral da Polícia Militar, em discurso aos alunos durante a aula inaugural do curso.


Dentre as disciplinas que serão ministradas no III Curso de Cinotecnia estão Treinamento Físico com Cães, Teoria Canina, Noções de Veterinária Canina, Psicologia Canina, Emprego do Cão na Polícia Militar, Técnica e Prática de Adestramento, Noções Técnicas de Faro, Administração de Canis, entre outras.


A atenção da Polícia Militar aos cães policiais é natural, uma vez que tornam-se importantes aliados da segurança pública. Um cão policial atua em diversas frentes de serviço, seja na detecção de entorpecentes, busca, resgate e salvamento, policiamento ostensivo, bem como nas atividades de cunho social, educacional, recreativo ou terapêutico.


Em Cacoal, por exemplo, cães do canil do 4ºBPM destacam-se pelo desempenho no projeto Cão Terapia, desenvolvido na Casa de Acolhida São Camilo, no Centro de Reabilitação Neurológica – Cernic e em outras instituições sociais. O projeto de intervenção assistida por animais consiste na utilização dos cães para interagirem com pacientes ou pessoas em vulnerabilidade, contribuindo assim com seu tratamento.


Além disso, os cães têm contribuído significativamente nas ações contra o tráfico de drogas em Cacoal. Por diversas vezes, os cães policiais foram indispensáveis na localização de entorpecentes. Em agosto, por exemplo, em uma ação no aeroporto Capital do Café, com o auxílio do cão farejador Léo, da raça Border Collie, os militares localizaram aproximadamente 7,7 kg de maconha, divididos em 5 tabletes embalados em papel filme, durante uma verificação das bagagens que estavam sendo despachadas no voo. Esta ação no aeroporto tem acontecido regularmente e os cães auxiliaram na localização de drogas também em outra oportunidade.


Para o coronel PM Veterinário Anderson Teixeira de Carvalho, o 3º Curso de Cinotecnia é uma conquista para a Polícia Militar de Rondônia, que tem investido na formação e capacitação de seus policiais. “A corporação tem hoje 32 cães adultos, de diversas raças, sendo que a maioria são da raça Pastor Malinois. Nós temos ainda, aproximadamente, 12 cães, entre filhotes e adolescentes, que iniciam agora o treinamento, por isso a importância desta qualificação.

 

O curso tem como objetivo qualificar policiais que já trabalhavam no canil, com o Curso de Cinotecnia. A partir do momento que o policial tem esse curso, ele pode ser instrutor em outros cursos e transmitir os conhecimentos adquiridos. Este é um curso altamente qualificante, que tem o objetivo de formar instrutores. Boa parte dos que estão fazendo este curso já tem um conhecimento, pois já atuam junto aos canis da Polícia Militar, mas estendemos também o curso aos bombeiros e aos policiais rodoviários federais”.

 

 

Matéria: Giliane Perin

Comente Pelo Facebook

©Copyright 2016 - Todos direitos reservados a
Rotacomando.com.br