Matéria publicada em 25/04/2018 às 10:05:44

Visitas: 777

São Francisco do Guaporé é o 45º município a ganhar posto de identificação e moradores comemoram

Distante 600 quilômetros de Porto Velho, o município de São Francisco do Guaporé tem cerca de 20 mil habitantes e economia sustentada pela agropecuária. A distância tornava a tarefa de obter um documento de identificação uma tarefa árdua. Eram consumidos, pelo menos, 60 dias. Na sexta-feira(20), foi inaugurado o Centro da Cidadania que tem, entre outras atribuições, agilizar a liberação de Carteiras de Identidade para cerca de 20 dias. O governador Daniel Pereira disse no evento que os policiais civis que eram utilizados na coleta de dados para os documentos serão liberados para reforçar as atividades para as quais foram qualificados.

 

Para quem mora num município cuja vocação é o trabalho no campo, ter documentos é fundamental. A demora em obter qualquer um deles pode significar período de inatividade ou prejuízo nos negócios. Por isto, muitas pessoas foram até a sede do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), na avenida Tancredo Neves, para testemunhar e comemorar a inauguração do Centro de Cidadania, onde está o Posto de Identificação.

 

No Centro de Cidadania serão emitidos documentos como Carteira do Trabalho, CPF, documento militar, passe de gratuidade para idosos e portadores de deficiência. A sala é pequena, mas dotada de equipamentos que possibilitarão o trabalho rápido e confiável.

 

Júnior da Silva França,  funcionário da prefeitura, será o responsável por receber os cidadãos, coletar dados e encaminhar as informações para que os órgãos responsáveis emitam os documentos. “Será uma experiência nova. Conhecer pessoas, atender, prestar um serviço importante para elas. Isto é novo para mim, vou gostar muito, com certeza”, confessou ele.

 

Uma pesquisa indicou que entre 10 a 20 pessoas procurarão o Posto de Identificação diariamente. Júnior vai operar um kit encaminhado pelo Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC).

 

São Francisco é o 45º município a aderir ao acordo de cooperação que permite utilizar servidores da Prefeitura para agilizar a entrega dos documentos. Em geral, a tarefa era realizada numa delegacia de polícia e envolvia um policial treinado para outro tipo de atividade.

A previsão é de que até o final do ano os  52 municípios de Rondônia tenham a novidade. Mas é preciso que os prefeitos manifestem interesse, façam o convênio com o governo do estado, através do IICC, e ofereçam a contrapartida que é o espaço físico e o funcionário para o atendimento.

Para o governador Daniel Pereira, os policiais que não serão mais utilizados na coleta de informações para a emissão dos documentos serão destacados para reforçar as atividades inerentes à profissão e contribuir para esclarecer crimes, por exemplo.

 

SEGURANÇA


Daniel Pereira disse durante a solenidade que a segurança pública ganha com os policiais retornando ao serviço rotineiro, mas que é necessário que outros esforços sejam feitos para que a violência seja enfrentada.

 

Ele pediu que os pais fiquem atentos quanto aos filhos e que os mantenham nas escolas. E  citou dados de uma pesquisa que indica que mais de 90% dos apenados não concluiu o ensino médio.

 

“O atendimento para quem busca documento também fica diferenciado no Posto de Identificação inaugurado”, disse o governador.  O clima pesado das delegacias dá lugar ao ambiente mais tranquilo e confortável.

 

O diretor do IICC, Júlio Kasper, é o idealizador do programa que retira a coleta de informações para documentos do ambiente policial. Ele explicou as vantagens do novo atendimento.

 

OBRAS


O diretor adjunto da Polícia Civil, delegado Antônio Carlos dos Reis, lembrou que uma carteira de identidade demorou até seis meses para ser entregue e destacou que o envolvimento da prefeitura de São Francisco confere dignidade à população.

São Francisco do Guaporé é dirigido pela prefeita Gislaine Clemente, a “Lebrinha”, filha do deputado Eurípedes Clemente Lebrão. Duas lideranças carismáticas festejadas pelos moradores. A solenidade de sexta-feira serviu para que ela anunciasse obras que serão executadas com recursos de emendas dos deputados estaduais e do senador Valdir Raupp, que participou do evento. Um dos benefícios será a ampliação do Cras, em cujo prédio está o Centro de Cidadania.

 

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

 

Comente Pelo Facebook

©Copyright 2016 - Todos direitos reservados a
Rotacomando.com.br