Matéria publicada em 04/11/2019 às 17:27:25

Fonte: Rotacomando.com.br

Visitas: 1708

Homem é preso e arsenal de armas são apreendidas pela PM após duas tentativa de homicídio em São Francisco do Guaporé

Duas mulheres sofreram tentativa de homicídio na tarde do último domingo (04), em São Francisco do Guaporé. O fato aconteceu por volta das volta das 17h15, após uma briga entre vizinhos.

 

De acordo com as informações, no local foi constatado atrito verbal entre vizinhos que evoluiu para duas tentativas de homicídio. Segundo informações colhidas, a discussão se deu em detrimento a desentendimento entre mulheres.

 

Uma das envolvidas de nome Dayane Gama, ligou para o esposo Junior Soares Silva, que acompanhado do cunhado Uanderson Gama foram até a residência localizada na Avenida São Francisco para resolver uma discussão e ameaças entre mulheres.

 

Na residência, quando os suspeitos chegaram, iniciou uma nova discussão envolvendo outras pessoas que foram identificadas como sendo: Rosilda Jesus de Paulo, Graziane Paulo de Lima, Claudinéia Miranda e Wanderson de Paulo de Lima, fato que gerou um tumulto maior resultando em agressões e ameaças, no entanto foram efetuados cinco disparos de arma de fogo contra as vitimas Rosilda Jesus e Claudinéia Miranda que as atingiram nos membros inferiores (pernas).

 

A Polícia Militar compareceu no local dos fatos, e apreendeu um revolver calibre .38 que estava nas mãos do acusado Uanderson Gama e após revista minuciosa, foi localizado mais uma garrucha calibre .22 em sua cintura. Na residência foram localizadas outras armas de fogo, espingardas calibre .28, espingardas de pressão bloqueada para calibre .22 , além de munições e apetrechos de armas.

 

O proprietário da residência, Paulo Aparecido Pinheiro (Paulinho) foi detido por posse dessas armas encontradas no interior da residência, e acusado também de exercício ilegal de manutenção de armas (armeiro).

 

As vitimas foram encaminhadas para o hospital regional de São Francisco, ficando sob cuidados médicos.

 

O acusado Uanderson Gama foi liberado após ser ouvido pela autoridade polical e alegar legitima defesa. relatou que ao chegar na rsidencia foi agredido por várias pessoas que usavam pedras e paus e jogavam sobre seus familiares. 

 

Os envolvidos foram apresentados na delegacia de Polícia Civil para esclarecimentos dos fatos.

 

 

Matéria: www.rotacomando.com.br

Comente Pelo Facebook

©Copyright 2016 - Todos direitos reservados a
Rotacomando.com.br